30 milhões sem veículo local de comunicação

Atualizado: 13 de Fev de 2019

Por Vivaldo de Sousa

Diferentemente de levantamentos anteriores, pela primeira vez o Atlas inclui todas as mídias.

Mais da metade dos municípios brasileiros não contam com veículos jornalísticos locais, a maioria deles com menos de 11 mil habitantes ou menos, especialmente nas regiões Norte e Nordeste, segundo levantamento feito na nova edição do Atlas da Notícia, divulgado na semana passada. Juntas, a população dessas cidades, que representam 51% dos municípios brasileiros, soma mais de 30 milhões de pessoas, o equivalente a 15% da população brasileira. 

Considerando que hoje as informações falsas circulam com muita rapidez, essa é uma notícia preocupante. Afinal, as notícias locais, desde que verdadeiras, são uma fonte de informação importante para os moradores. A pesquisa, realizada pelo Projor (Instituto para o Desenvolvimento da Notícia), mantido pelo Observatório da Imprensa, em parceria com a agência Volt Data Lab, mostra ainda que outras 30% das cidades tem apenas dois veículos de comunicação. 

De acordo com a pesquisa, 34 milhões de pessoas moram nessas cidades com apenas dois veículos de comunicação. O atlas mostra ainda que entre as cidades classificadas como “desertos da notícia”, por não terem veículo jornalístico local, há oito municípios com mais de 100 mil habitantes. O maior deles é Nossa Senhora do Socorro (SE), segunda cidade mais populosa do Estado, com quase 182 mil habitantes, a 20 quilômetros da capital Aracaju.

Diferentemente de levantamentos anteriores, divulgados em novembro de 2017 e em julho deste ano, pela primeira vez o Atlas inclui todas as mídias —jornais impressos, sites de notícias, emissoras de rádio e de televisão. Ao todo foram 12.467 veículos de comunicação mapeados. Entre as cidades com apenas um ou dois veículos locais há 26 municípios com mais de 100 mil habitantes, sendo Belford Roxo (RJ) o maior deles, com uma população de 495 mil pessoas. Em resumo, 64 milhões de pessoas estão potencialmente excluídas de informação de qualidade sobre sua própria realidade.

Atlas da Notícia identificou a presença de veículos jornalísticos em 2.710 municípios. Trata-se de um universo de 177 milhões de pessoas que correspondem a 85% da população brasileira. Quase a metade desses municípios (49%) tem ao menos um veículo jornalístico. O levantamento identificou, ainda o fechamento de 81 veículos jornalísticos, a maioria impressos, desde 2011. Os estados que mais perderam veículos foram São Paulo (31) e Minas Gerais (27). Esses dados se baseiam num levantamento e em informações da Associação Nacional de Jornais (ANJ).

Em tempos de fake news, é importante que as pessoas possam ter acesso à realidade local, de sua comunidade, por meio de veículos de comunicação comprometidos com a boa prática jornalística, sejam eles impressos ou digitais. Em muitos casos, as pessoas ficam sabendo dos atentados nos Estados Unidos ou na Europa, mas desconhecem o que acontece no seu bairro ou na própria cidade. Mas para que isso aconteça é preciso que os moradores considerem esses veículos relevantes para o seu dia a dia e, desta maneira, possam contribuir direta ou indiretamente para sua existência.

Link para o Atlas da Notícia

© 2019 por Comunica Consultoria e Planejamento

Siga a gente:

  • Facebook
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca Ícone LinkedIn
  • Branca ícone do YouTube